Voltar ao Topo

Scania comemora 60 anos de Brasil com investimento bilionário

  • De 12/04/2017
  • às 15:16
  • por Leandro Tavares

Fabricando caminhões no Brasil desde 1957, a Scania comemora 60 anos de presença no país com planos de modernização da fábrica de São Bernardo

ScaniaUma das empresas pioneiras na fabricação de caminhões no Brasil, a Scania comemora em 2017 uma importante marca: 60 anos de atuação no país. Com o mercado demonstrando sinais de recuperação e com uma Fenatran no horizonte, o ano deve ser repleto de novidades da montadora sueca, que anunciou nesta terça-feira (11) na fábrica de São Bernardo um pacote de investimento de R$ 2,6 bilhões para a modernização da planta no Grande ABC e de melhorias na rede de concessionárias.

“Isso mostra que a Scania acertou em investir no Brasil e vai continuar investindo aqui para estarmos no Brasil nos próximos 10, 20 ou 30 anos”, afirma Roberto Barral, diretor geral da Scania do Brasil. “É um bocado de dinheiro, mas é o que entendemos que é o suficiente para manter o parque fabril atualizado. Estamos falando de manufatura 4.0, que não envolve apenas equipamento, mas também treinamento de colaboradores, atualização de processos fabris”, completa Rogério Rezende, diretor de Assuntos Institucionais e Governamentais da Scania Latin America.

A fábrica de São Bernardo é estratégica não apenas por atender o mercado brasileiro, mas também pelo potencial de exportação. Atualmente 70% da produção da planta é de exportação, e de acordo com os executivos da Scania uma modernização permitirá até mesmo que o atendimento de pedidos vindos da Europa. “É a partir dela que abastecemos hoje cerca de 30 mercados da América Latina, do Oriente Médio, da África e da Ásia”, diz Rezende. “Essa verba será investida ao longo dos próximos cinco anos”, revela o executivo.

Recentemente a Scania inaugurou um laboratório responsável por desenvolver, testar e certificar motores, num investimento de R$ 40 milhões. Além disso, em 2015, a fabricante anunciou uma nova fábrica de pinturas e montagem de cabines de caminhão, capaz de entregar até 140 cores diferentes aos clientes e que contou com aporte de R$ 96 milhões.

Compartilhe
  • De 12/04/2017
  • às 15:16
  • por Leandro Tavares