Voltar ao Topo

MAN apresenta campo de provas com novo TGX

  • De 10/05/2017
  • às 11:47
  • por Leandro Tavares

Campo de provas da MAN testa 26 diferentes condições de rodagem, incluindo um teste de ruído com certificação internacional

940x529_campo-de-provas-man

A fábrica da MAN Latin America Resende (RJ) foi expandida e agora possui um novo campo de provas. A pista dá possibilidade de testar 26 diferentes condições de rodagem e foi apresentada nesta quarta-feira. Além do campo, a fabricante também anunciou novidades para a linha 2017/2018 dos caminhões MAN TGX.

A nova pista na planta de Resende da MAN Latin America possui grande diversidade de obstáculos em um espaço reduzido. Entre eles está o teste de nível de ruídos, o único da América Latina que segue a certificação internacional ISO 10.844.

“A gente sempre fez uma série de testes com nossos caminhões, mas com essa nova pista nós conseguiremos desenvolver um caminhão em que levariam os muito tempo de testes em três meses, além de conseguirmos ter um controle maior dos testes” afirma Leandro Siqueira, diretor de Desenvolvimento do Produto e Gerenciamento de Portifólio da MAN Latin America.

O campo também simula condições para os testes com os caminhões que a MAN Latin America desenvolve para o Exército Brasileiro, com rampa de 60% de inclinação.

“Temos uma frota com mais de cem caminhões e ônibus em testes por todos o país. A cada mês, rodamos cerca de 300 mil km. O novo campo de provas chega para dar ainda mais eficiência a esse trabalho”, explica Roberto Cortes, presidente e CEO da MAN Latin America.

MAN TGX

Do lado fora o TGX ganhou novos traços, como um reforço na grade. Já dentro da cabine o volante também ganhou novo design e as cores do acabamento foram clareadas para aumentar o conforto do motorista dando um ar mais leve ao espaço.

O painel foi outro item modificado, aumentando o corredor entre os dois assentos. A quantidade de porta-objetos aumentou e acima da cama há uma segunda cama multifuncional que pode ser utilizada também como porta-objetos quando fechada.

Outra novidade é o sistema de farol para rodagem diurna, o DRL (Daytime Running Light), algo regulamentado recentemente pela legislação brasileira e que causou dores de cabeça nos motoristas nos primeiros meses de implementação.

“Acreditamos que o mercado de cavalos mecânicos deve se manter entre 28 e 30% do total do mercado e por isso que fizemos investimentos nessa linha, que começa a ser vendida desde já”, revela Ricardo Alouche, vice-presidente de Vendas, Marketing e Pós-Vendas da MAN Latin America.

Compartilhe
  • De 10/05/2017
  • às 11:47
  • por Leandro Tavares